Tetha Healing

Atualizado: 2 de Fev de 2019



As emoções, os sentimentos e o poder dos pensamentos influenciam diretamente nossa saúde física.


Essa técnica, criada por Vianna Stibal é o supra sumo da simplicidade e efetividade; pois vai de encontro diretamente ao Criador e aos nossos sabotadores internos (crenças e programas de nossos sistemas).

Segundo Stibal, atinge-se o estado Theta mediante relaxamento profundo, alcançado pela hipnose e durante o sonho, ativando-se ondas do subconsciente que regem a capa mental entre o consciente e o inconsciente, onde residem sensações, memórias e crenças.


ThetaHealing faz uso da intuição natural, baseada no Amor Incondicional do Criador, gerando mudanças profundas no corpo e na mente. Essa técnica está acima das religiões, sendo capaz de mudar crenças, reprogramar o DNA (ácido desoxirribonucleico) do paciente e rejuvenescê-lo.


A pessoa a trabalha em nível atômico, expandindo as moléculas, alterando o DNA nas mitocôndrias e obtendo curas imediatas ou não, depende de cada caso.


Para Vianna Stibal, as toxinas e venenos de nossa sociedade industrial ameaçam a sobrevivência humana, de modo que o fim do cromossomo da juventude e da vitalidade nos ajudará a sobreviver, pois “é nesse tempo de iluminação quando a raça humana está de novo preparada para receber a juventude regenerada; o Criador me disse que começará com as Ativações de DNA, acionando o filamento fantasma no corpo de uma pessoa.


A terminologia do ThetaHealing é a mesma usada pelos gurus hinduístas que atuam no Ocidente. Para ela, o “Criador” tem muitos nomes: Deus, Buda, Shiva, Deusa, Jesus, Javé, Alá etc.


Todos estes são correntes que fluem para o “Sétimo Plano da Existência” e a “Energia Criativa de Tudo o que É”. O “Criador”, portanto, seria a força ou a energia criativa que subjaz no Universo, de forma que este é imanente a “Deus”, e o “Sétimo Plano” seria alcançado pelo processo de meditação que libera a consciência da atração magnética da Terra e do egoísmo da pessoa.


Segundo ela, a conexão com o “Criador” propicia uma “co-criação” ou sinergia com “Deus”, através da qual é possível “trazer ao Criador a nossa realidade para curar a outros e a nós mesmos”.


No ThetaHealing fala-se muito em “chakras” (centros de energia latentes no corpo humano). Embora diga que seu método está acima das religiões, Stibal admite que “nenhuma cultura tem desenvolvido as chakras mais que os hindus a partir da filosofia tântrica e o yoga” (MARTÍNEZ).





7 visualizações
  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon